sábado, 27 de março de 2010

Deu No blog da Perereca da Vizinha


Deputado Vic Pires Franco atribui preços inacreditáveis aos imóveis que possui




O edifício Atalanta, na Doca com Tiradentes, onde Vic declarou seu apartamento ao Imposto de Renda por R$ 203.128,00...




...e o galpão...



...com apartamento, na rua do Acampamento, anunciado para venda na internet: R$ 230 mil.



O deputado Vic Pires Franco (DEM) é um sujeito de muita, muita sorte.


Pelo menos é isso que se pode depreender da inacreditável declaração de bens que apresentou, em 2006, ao Superior Tribunal Eleitoral (TSE).


Tome-se como exemplo o apartamento de Vic no luxuoso edifício Atalanta, em plena Doca de Souza Franco, no bairro do Umarizal, onde o valor do metro quadrado está entre os mais altos de Belém.


Na declaração de bens do deputado, o valor desse apartamento, no coração da Doca, é de apenas R$ 203.128,00.


Isso mesmo, você não leu errado: pouco mais de 203 mil reais.


Segundo o site do badalado arquiteto Carlos Bratke, autor do projeto do Atalanta, cada apartamento daquele edifício (um por andar) tem piscina no próprio pavimento e 800 metros quadrados de área útil.


Em outras palavras: em cada apartamento do Atalanta cabem mais de 11 apartamentos de dois quartos, que possuem, em geral, 70 metros quadrados.


E veja bem: o apartamento de Vic, no 11 andar do Atalanta, fica numa área de Belém em que o preço do metro quadrado gira em torno de R$ 5 mil a R$ 6 mil.


Mas, embora estarrecedor, o apartamento do Atalanta não é o único bem de Vic a figurar em sua declaração de imposto de renda com um valor extraordinariamente abaixo dos preços de mercado.


Há bens, adquiridos mais recentemente (o Atalanta é da década de 90) cujos valores declarados por Vic deixam boquiabertos os profissionais do mercado imobiliário de Belém.


É o caso dos apartamentos tipo flat que possui em São Paulo e Brasília e das salas comerciais de sua propriedade no edifício Síntese XXI, na Conselheiro Furtado próximo à Alcindo Cacela, e no belíssimo edifício Connext (lê-se conect), na Dom Romulado de Seixas.


Ou, ainda, das casas que obteve, segundo ele como resultado de permuta, no Condomínio Oásis, na BR-316, atrás do Makro.




O Gastão paraense



O moderno e luxuoso edifício Connext, em Belém, onde Vic declara que comprou quatro salas por R$ 199.763,91.





Inaugurado no final do ano passado, o Connext fica, também, em área nobre: a Dom Romualdo de Seixas, às proximidades da Domingos Marreiros.


Lá, segundo um corretor de imóveis, um “loft” custa em torno de R$ 500 mil e, as salas mais baratas, com 23 metros quadrados, R$ 105 mil cada.


No entanto, na declaração de bens que Vic apresentou ao TSE, em 2006, consta que ele comprou quatro salas naquele edifício por apenas R$ 199.763,91.


Como não queria me identificar, disse a um corretor que eu tinha um amigo que me ofereceu quatro salas no Connext por R$ 199 mil.


A resposta dele: “R$ 199 mil? As quatro?... Só se for na planta, mas, não tô acreditando nesse preço nem na planta...”


Outro corretor, também de uma grande imobiliária de Belém, disse que tem para vender duas salas geminadas, no 15 andar do Connext, que totalizam 46 metros quadrados. Valor da transação: R$ 240 mil.


Inconformado com o valor atribuído às quatro salas, o corretor pegou na calculadora, fez as contas e observou: “veja só: o metro quadrado dessas duas salas que tenho para venda sai por R$ 5.270,00 – e olhe que elas não têm acabamento; estão só no cimento. Já o metro quadrados das quatro salas dessa pessoa fica em R$ 2.171,00. Não tem como, é completamente fora do mercado. A média do metro quadrado no Umarizal é de R$ 4 mil a R$ 5 mil. Aliás, qualquer construção nova em Belém, construção boa, com porcelanato, não sai por menos de R$ 4 mil o metro quadrado”.


Na internet, é possível encontrar informações sobre o arrojado Connext.


No prédio residencial, são 88 lofts em 34 andares. O revestimento externo é com pastilhas de porcelana, a fachada tem vidros reflexivos.


O piso dos apartamentos é em porcelanato e o edifício tem quatro elevadores “de alta performance”, gerador de energia, estrutura para Split e internet banda larga.


Na cobertura, há piscina aquecida com raia, bar molhado, sauna com hidromassagem, salão de jogos, deck solarium, academia climatizada e até espaço gourmet com adega, entre outros confortos.


E, da mesma forma que o prédio residencial, também o Connext Office é chiquérrimo.


São 20 andares com 130 salas comerciais e layout flexível, revestimento externo com pastilha de porcelana e vidros reflexivos, elevadores “de alta performance”, internet banda larga, gerador de energia e estrutura para air split.


Daí que um corretor não tenha resistido, ao saber do valor atribuído a essas quatro salas, e também às casas no condomínio Oásis e aos escritórios no edifício Síntese XXI: “Diga a esse cidadão que ele foi muito bem aquinhoado pela sorte. Eu só tenho é de parabenizá-lo.

3 comentários:

Anônimo disse...

J'aime vraiment votre article. J'ai essaye de trouver de nombreux en ligne et trouver le v?tre pour être la meilleure de toutes.

Mon francais n'est pas tres bon, je suis de l'Allemagne.

Mon blog:
rachat credit endettement et comparatif rachat de credit

generic viagra disse...

Wow, nice post,there are many person searching about that now they will find enough resources by your post.Thank you for sharing to us.Please one more post about that..

Juliana. disse...

Meeeeeeeeeu Deeeeeus.
O Atalanta fica no Reduto! Parte da avenida fica no Umarizal, outra no Reduto e outra em Nazaré.
Aprendam pra não ficarem postando informações erradas na net.
Com todo respeito, mas se vocês nem sabem o bairro onde fica o Atalanta, como eu posso acreditar nas outras informações expostas pelo blog?

Tenham um bom dia :)